Top 5: Casos ufológicos surpreendentes e famosos que deixaram evidências físicas

Compartilhe...Share on Facebook222Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Nem tudo sobre OVNIs se resume a relatos, fotos e filmagens, já existiram muitos casos, principalmente na era de ouro da ufologia, em que evidências físicas eram deixadas após um avistamento.

 

Sejam marcas de pouso ou fragmentos das naves, o fato é que esses casos incríveis alimentam a imaginação de crentes e ufólogos até os dias de hoje. Abaixo um pequeno resumo de casos impressionantes que deixaram algo para trás.

 

Marcas de aterragem perto do Lago Anten, Suécia em 30 de agosto de 1970.

Três marcas redondas da aterragem em uma formação triangular foram encontradas no jardim da fazenda de Richard Johansson perto do lago Anten, Suécia. Várias testemunhas da área viram uma estranha luz vermelha, quase do tamanho da Lua, naquela mesma noite. As amostras de solo foram colhidas e analisadas, com os resultados apontando um nível elevado de radiação gama no solo das marcas de pouso.

 

 

 

Incidente Westall, mais de 200 alunos testemunham objetos em forma de pires em 6 de abril de 1966 em São Paulo, Brasil.

Mais de 200 estudantes e funcionários de duas escolas observaram um objeto que pousou em um área próxima, e depois levantou e desapareceu. Era um objeto brilhante, cinza-prateado, voando baixo, e com a forma clássica de pires, “uma xícara virada de cabeça para baixo em um pires” disse uma testemunha. O OVNI parece ter deixado um círculo de grama queimada.

 

 

 

OVNI de Near Tully, em 19 de janeiro de 1966 em Near Tully, Austrália.

O caso Tully tem um lugar muito especial na historia da ufologia. O famoso caso foi o predecessor dos atuais Crop Circles. Na época a noticia varreu a Austrália, pois até então nunca um OVNI tinha deixado uma marca em plantação (pelo menos não desse jeito). Um fato interessante, é que os britânicos que afirmaram ser os caras que falsificaram os primeiros círculos em plantação, admitem que basearam sua ideia neste caso.

 

 

Artefato de metal encontrado após encontro próximo na Ilha de Vaddo, Suécia em 11 de novembro de 1956.

Stig Ekberg e Harry Sjoberg estavam dirigindo na Ilha de Vaddo, na Suécia, quando foram abordados por um objeto em forma de esfera achatada. Ele parou no meio da estrada, cerca de 100 metros em frente deles. Após cerca de dez minutos, o objeto levantou voo e sumiu rapidamente. No local do pouso, as testemunhas encontraram uma “rocha” brilhante que ainda estava quente. Era um pedaço de metal de três lados do tamanho de uma caixa de fósforos, e era pesado. Após análise, verificou-se que o objeto era composto de carboneto de tungstênio e cobalto.

 

 

O artefato alienígena de Bob White, caso de 1985 acontecido em Near Grand Junction, Colorado, EUA.

White e um amigo estavam dirigindo de Denver para Las Vegas, quando testemunharam um objeto voando a cerca de 100 metros à sua frente, segundo Bob, o objeto “era enorme… absolutamente enorme”. Enquanto a nave pairava, White notou uma luz laranja caindo no chão. Aparentemente era um objeto em forma de uma lágrima deixado pelo OVNI.

 

 

 

Fonte: UFO Evidence

 

Curta nossa pagina oficial:

Recomendamos:

Deixe seu Comentário