OVNIs são reais e usam “uma energia” que poderia mudar nosso futuro, diz especialista.

Compartilhe...Share on Facebook194Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Jan Harzan, um dos maiores pesquisadores mundiais de OVNIs, disse que sua organização vem provando nos últimos 50 anos que os discos voadores realmente existem.

 

O Sr. Harzan é diretor executivo da Mutual UFO Network (MUFON), a maior organização dedicada a pesquisa de OVNIs e alienígenas.

Jan Harzan diretor executivo da MUFON

A organização situada nos EUA mantém um banco de dados de avistamentos que é atualizado diariamente, e conta com muitos casos investigados seriamente.

 

Até agora, a MUFON analisou mais de 100.000 casos de OVNIs. Muitos são explicados, mas a organização diz que cerca de cinco por cento não têm nenhuma explicação terrestre.

 

Créditos: Arquivo MUFON

 

Ele disse: “A MUFON vem investigando e pesquisando o fenômeno OVNI desde 1969. E o grupo já analisou mais de 100.000 relatórios sobre avistamentos nas últimas cinco décadas”.

 

Créditos: Arquivo MUFON

 

E disse também que três coisas se mostraram verdadeiras nas investigações:

“Um, os OVNIs são reais. Dois, os OVNIs representam tecnologia extremamente avançada, e três, grandes avanços irão acontecer se fizermos com que nossos cientistas e engenheiros façam um estudo desse fenômeno sem obstáculos.”

 

E continua: “Esses avanços envolvem os campos de propulsão, energia, comunicação, biologia e consciência, para citar apenas alguns”.

 

Muitos crentes no assunto estão convencidos de que os OVNIs são alimentados por um sistema de “energia limpa” que não tem custo para produzir.

Há uma crescente teoria da conspiração de que o governo dos EUA já sabe como aproveitar esse poder, depois de supostamente recuperar um UFO em Roswell em 1947.

No entanto, a teoria afirma que aqueles que estão por trás da indústria de combustíveis fósseis, têm exercido uma resistência para que possam continuar a ganhar dinheiro com a fonte de energia poluente.

 

Créditos: Arquivo MUFON

 

Harzan veio a publico após as revelações no mês passado sobre o Programa Avançado de Identificação de Ameaças de Aviação do Pentágono (AATIP) que apresentou imagens da Marinha dos EUA mostrando um OVNI misterioso na costa de San Diego em novembro de 2004.

 

 

Harzan acredita que com a descoberta que o Pentágono sabe que os objetos são reais, os cientistas percam o medo de cair no ridículo, e comecem a estudar seriamente o fenômeno.

 

Alejandro Rojas, porta-voz da Coalizão Científica para Ufologia (SCU), disse que o fato de não ter explicação, não significava que os UFOs são alienígenas.

 

Alejandro Rojas porta-voz da Coalizão Científica para Ufologia

 

Ele disse: “Lembre-se, o ‘U’ é para objeto não identificado, não alienígena. Nós não sabemos o que essas coisas são.”

“Só porque nos incomodamos com a idéia de alienígenas, não significa que não devemos investigar quando as pessoas que pilotam nossa tecnologia mais avançada dizem que encontram algo que supera suas aeronaves. Seria altamente negligente não investigar.”

 

Steven Aftergood um crítico da política de sigilo dos EUA, que dirige o Projeto de Federação de Cientistas Americanos sobre o sigilo do governo, também pediu cautela.

 

Steven Aftergood crítico da política de sigilo americana

 

Ele disse: “É meio consternante ver quão rapidamente os fenômenos aéreos não identificados são interpretados publicamente e retratados como UFOs de origem possivelmente extraterrestre.”

“Coletivamente, todos devemos nos tornar mais inteligentes e mais receptivos, não mais estúpidos e crédulos”.

 

Fonte: Tabloide Britânico Express

 

Curta nossa pagina oficial:

Recomendamos:

Deixe seu Comentário